Agricultura de precisão e sua significância para o mercado

Sem dúvida alguma, a agricultura é um dos setores responsáveis pelo desenvolvimento econômico e sustentável do Brasil. Uma atividade que há milhares de anos, já vem construindo o seu legado na história do país.

Com o passar dos anos, a atividade agrícola foi ganhando força e notoriedade, passando a contar com centenas de técnicas desenvolvidas para que o produtor pudesse colher excelentes resultados. Nesse contexto, surgiu a Agricultura de Precisão (AP), que é comumente conhecida como a tecnologia do agro. Todavia, muito embora, essa prática seja altamente tecnológica, não é de hoje que ela existe. O termo “agricultura de precisão” surgiu na década de 90 e foi no início dos anos 2000, que começaram a surgir empresas especializadas no assunto, tanto que, quatro anos depois, foi realizado o primeiro Congresso Brasileiro de Agricultura de Precisão (ConBAP).

A Agricultura de Precisão é uma estratégia de gestão que utiliza um conjunto de ferramentas e tecnologias aplicadas para permitir um sistema de gerenciamento agrícola baseado na variabilidade espacial e temporal da unidade produtiva. Essa estratégia oportuniza o uso racional de insumos, ou seja, aplicar a quantidade certa no local e tempo adequados, de forma a maximizar a produtividade, a quantidade, a rentabilidade e evitar desperdícios, reduzindo assim, possíveis impactos ambientais.

Através da AP, com os dados e informações gerados, esse processo de tomada de decisões na lavoura, passou a ser mais preciso e assertivo, de forma que, quanto mais informações e conhecimento se tem sobre um problema, mais fácil será de resolvê-lo.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Posts relacionados

R. Procópio Gomes, 1224 - São Miguel - Cruz Alta - RS | Copyright 2017 - Todos os direitos reservados